G. Alvaro, toda 4ª feira no TROCISTAS!

domingo, 30 de agosto de 2009

A Trupe do Ricardo.

Por G. Alvaro
Sexo.

Ui, ficou excitado, companheiro? Não, eu sei que não... a pipa do vovô não sobe mais. (eu disse PIPA!). Gozado, não? O motivo deste texto aqui, sem sombra de dúvida, é o sexo do casamento.


Segundo pesquisas -e noventa porcento das estatísticas são inventadas na hora, incluso esta- poderíamos observar que, depois do casamento, trepar pra quê? Tanta coisa pra se fazer, filho pra aturar, conta pra pagar... Com todos estes problemas que pessoas casadas possuem, é compreensível que sexo não seja lá aquela coisa assim... prioritária.

Então, temos saídas básicas. Alguns se masturbam, pêlos na mão e pedras no peito. Tricô é uma alternativa recorrente para mulheres, algumas preferem bater bife(1) pra passar o tempo (ainda dizem que o lugar de mulher é na cozinha). Sobra para os amantes, primas, leiteiros e personal trainers, esse pessoal da trupe do Ricardo, gente desocupada que, só porque não tem parceiro(a), procura os nossos... e os nossos também os procuram...

E voltando pro assunto das pesquisas, 73% dos ingleses não têm disposição para uma noite de sexo, depois de um dia cansativo de trabalho. Aqui, 69% dos brasileiros não têm disposição para um dia cansativo de trabalho, depois de uma noite exorbitante de sexo. Assim fica difícil. Isto sem contar as mulheres, que não têm mais disposição para inventar outra absurda desculpa, pra não precisar se deitar com seu marido. E a coisa vai de mal a pior. Sobra pra turma do Ricardo...

Falando nisso, olhe no seu armário nesse exato momento, cornudo leitor, e verifique se não há ninguém por lá, tirando aquela soneca(2). Já verifiquei o meu, podemos continuar? Olhe para o seu filho. Se você é japonês, sua mulher é coreana e seu filho nasceu com a cara do padeiro português, há algo errado...

Mas não se preocupe, se você não tem disposição para transar com sua mulher, há quem faça por você!

A equipe INTELECTO FÚTIL® terceirizou a empresa RICARDÃO S/A, para ajudar você!

Estaremos recebendo suas mulheres, para que possamos fazer o seu trabalho pesado! Deixe sua mulher conosco ao ir pro trabalho, ou ao futebol, e busque apenas quando voltar! Não é maravilhoso?

Tudo isso de graça. Sem custo adicional, além do peso do seu chifre!!!

E se por acaso, depois dos nossos serviços, não sobre muito pra sua nesga de disposição, basta procurar o prostíbulo mais próximo, ou a sua própria mão. Na melhor das hipóteses, dê a bunda.

E viva a equipe do Ricardo, fazendo sempre melhor do que você!
É foda.


Beijo, me liga.


A equipe do blog INTELECTO FÚTIL® gostaria de salientar que, se o senhor for corno, parabéns.
Acontece nas melhores famílias.
Deste lado só tem corno e desse lado só tem
viado.
Caso o leitor não seja corno, basta passar ao outro lado.


INTELECTO FÚTIL®, polindo seu chifre, enquanto você trabalha.



Estamos recebendo (cu)rrículos para candidatos a integrar a Turma do Ricardo. Já
se inscreveram o Leiteiro, o Encanador, o Personal Trainer, seu Vizinho e aquele
seu melhor amigo. Do sexo feminino, aceitamos secretárias, babás e primas. Deixe seu perfil nos comentários.

Att,

Equipe INTELECTO FÚTIL®


_______________________________________________________
1- Bater Bife (vulg). 1. Colar velcro 2.botar as aranhas para brigar 3. Sapateado.
2- Favor verificar dentro da geladeira, atrás das cortinas, debaixo da cama e dentro de sua mulher.

10 comentários:

  1. De um lado corno... do outro lado tbm pode ser lésbicas e simp.?

    ResponderExcluir
  2. Porra, péraí... péraí... o que isso no armário? O que isso...? Que absurdo! Nãooooooooooooooo!

    Hehehehhehe!

    Bom, muito bom texto! E viva o Intelecto...Fútil, é claro!

    ResponderExcluir
  3. Texto maravilhoso realista sobre a vida de todos nós!

    ResponderExcluir
  4. cara, me identifiquei até demais com com esse texto!
    iiiii... será????

    rsrsrs
    rsrsrs

    abraços
    muito bom!!!

    ResponderExcluir
  5. Rnaldo, brilha muito no lugar do borracha fraca.

    "sai borracha fraca, na primeira ele cansa, na seugunda ele pára."


    Não sou casada, mas fazer o quê?? muitas vezes no namoro o cara já faz o caminho de volta, dirá no casamento.

    Bjuu Gu

    ResponderExcluir
  6. Vim jogar milho para os necessitados.

    ResponderExcluir
  7. Caraaaaa, não só no casamento que as pessoas recorrem a Turma do Ricardo (adorei o termo, acho q vou incorporar ao meu vocabulário)... Esse mundo ta perdido... rsrsrs Será que a empresa Ricardão S/A aceita currículos de Biólogas?! rsrsrsrs

    bjss

    ResponderExcluir
  8. ♫"Na primeira tu já cansa,eu ñ vou falar d novo...ai q homem gostoso vem q vem qro d novo..."♪Já diziam as meninas da Gaiola...as popozudas...kkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Opa... Tô achando bom mudar meu nome para Ricardão. O que acha?
    Ricardão, negão... UMa boa combinação.

    NUnca duvidei que a cabeça de Gustavo fosse tão inspirada a fazer coisas" belíssimas" , mas, a cada dia que passa, eu na minha capacidade de pensar, essa que o homem já nasceu né, me surpreendo.... Muita coisa importante para o mundo todo.
    O Brasil precisa de pessoas que levem a vida tão a sério como esse cara, que seja o representante do pensamento humano. Que fale de sexo de uma forma amorosa como vimos aqui. E que forneça as cansados e oprimidos, o apoio necessário!!

    Valeu Gu...
    abraço Jô

    ResponderExcluir
  10. Cara, parece meio óbvio, mas uma saída (mais simples e menos dolorosa) é não casar! Olha que maravilha!!!

    ResponderExcluir

Roleta